quarta-feira, 26 de maio de 2010


"Quando fazemos tudo para que nos amem e não conseguimos, resta-nos um último recurso: não fazer mais nada. Por isso, digo, quando não obtivermos o amor, o afeto ou a ternura que havíamos solicitado, melhor será desistirmos e procurar mais adiante os sentimentos que nos negaram. Não fazer esforços inúteis, pois o amor nasce, ou não, espontaneamente, mas nunca por força de imposição. Às vezes, é inútil esforçar-se demais, nada se consegue; outras vezes, nada damos e o amor se rende aos nossos pés. Os sentimentos são sempre uma surpresa. Nunca foram uma caridade mendigada, uma compaixão ou um favor concedido. Quase sempre amamos a quem nos ama mal, e desprezamos quem melhor nos quer. Assim, repito, quando tivermos feito tudo para conseguir um amor, e falhado, resta-nos um só caminho… o de mais nada fazer."


Clarice Lispector

3 comentários:

  1. Super lindo o seu blog....já estou seguindo...aguardo a sua visita ...beijinhos da Pitty Lamounier ღღ http://palavras-fragmentos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Boa noite,gostei muito daqui,já to seguindo.Deus abençoe

    ResponderExcluir
  3. Adoro os textos da Clarice Lispector, simplesmente perfeitos.


    mil bjs

    ResponderExcluir

Oooi Queridoos
Sintam-se a vontade para comentar..

Obrigada pela visita e voltem sempreee!